O jazz como nunca o sentiu pela Orquestra de Cordas CMAD

Como nunca a tínhamos visto e ouvido, a Orquestra de Cordas juntou-se à Jazz Band do CMAD e a uma mão cheia de promissores cantores, com um resultado, no mínimo, memorável, bem à medida da soma dos talentos presentes em palco.


Depois de Tábua, Santa Comba Dão recebeu com casa cheia, estes jovens músicos, num espetáculo conduzido por Cláudia Matos e pautado por um programa inteiramente dedicado ao reportório jazz, que marcou todos aqueles que passaram pelas duas salas.


Acabada de regressar de Vila Real de Santo António, onde participou, com grande sucesso, no encontro nacional de associações juvenis, a jazz band espalhou notas de juventude e alegria, semeando ritmos e boas vibrações. Para memória futura, fica a interpretação de 'Royal Garden Blues', popularizada pela Dixieland Jazz Band, 'Girl from Ipanema', de Tom Jobim, e' That’s life' - clássico imortalizado por Frank Sinatra. Composta exclusivamente por alunos do curso Secundário de Música, a Jazz Band é uma classe de conjunto, que, semana após semana, explora este universo musical, com a supervisão do nosso especialista nesta matéria, o professor César Oliveira, responsável pelos arranjos de todos os temas apresentados.


Já a orquestra de cordas é composta por 24 alunos das classes de viola d’arco, violino, violoncelo e piano, com idades compreendidas entre os 12 e os 17 anos.


Sob a direção do professor Ricardo Monteiro, e com as duas formações em palco, foi propiciado um dos momentos mais marcantes do espetáculo: a interpretação da obra Spain - clássico de Chick Corea, lenda do jazz contemporâneo, brilhante comunicador e pianista exímio. Na plateia, houve quase que uma reação orgânica ao que se passou em palco, com uma sensação física, bem presente, de alegria e festa geradas pela música, como se de uma extensão natural se tratasse.


Na cronologia dos acontecimentos, sucederam-se vários temas emblemáticos do universo jazz, imortalizados nas vozes de Nat King Cole, Frank Sinatra e Etta James, e de ícones mais recentes como Norah Jones, entre outros. Mas em Tábua e Santa Comba Dão foram os nossos jovens alunos de canto - Constança Marcelino, Francisco Abre